Menu

Blog

Geração Y muda a forma de se trabalhar

Voltar para os posts

Nascidas entre 1980 e 1990, os jovens que fazem parte da Geração Y são, normalmente, criativos, inquietos e sonhadores. Mais do que isso, a Geração Y caracteriza-se pela paixão às novas tecnologias e pelo apego à qualidade de vida e ao sucesso. Todas essas características fizeram uma verdadeira revolução no mercado de trabalho e as empresas estão, aos poucos, se adaptando a esses novos profissionais.

Ao contrário dos seus pais (Geração X), que pensavam em fazer carreira dentro de uma única empresa, trabalhando por 20 ou 30 anos na organização, os profissionais da Geração Y não ficam por muito tempo em uma mesma empresa. A alta rotatividade desses jovens se deve, principalmente, à ânsia do sucesso profissional. A galera da Geração Y está acostumada com a alta velocidade dos tempos modernos e querem que seu sucesso profissional acompanhe esse ritmo. No menor sinal de estagnação no emprego, esses jovens já começam a buscar novas oportunidades.

Quando cruzamos essa característica com a escassez de profissionais qualificados no mercado, percebemos o grande esforço que as empresas estão tendo que fazer para reter seus talentos dentro da organização.

Com isso, as empresas estão investindo forte em programas que visam fortalecer a qualidade de vida dos seus colaboradores. Práticas como flexibilidade de horário e o BYOD (bring your own device) são muito bem vistas. É muito importante que se dê autonomia para esses profissionais e que se abra espaço para novas ideias. Lembre-se, a Geração Y é extremamente criativa.

Além disso, o aperfeiçoamento profissional tem ganhado bastante destaque nas empresas. A Geração Y é caçadora de oportunidades e, se encontrar as que deseja dentro da empresa, as chances de permanecer no emprego são maiores.

A Geração Y trabalhar para viver, não vive para trabalhar. As empresas que perceberem isso e souberem tirar proveito das qualidades desses jovens, com certeza, terão resultados incríveis.

0 comentários

Comentar